Dezessete palavras, Cento e um caracteres

“Isso é medo de mostrar o Lula falando que é cabo eleitoral da Dilma? Calma, segundo o PSDB, a transferência já acabou.”

Foi a assim que o Jornal Nacional cobriu o novo encontro Brasil-Itália, dando seguimento à parceria estratégica assinada em abril, em que o presidente da República Federativa do Brasil, eleito democraticamente pelo povo brasileiro se encontrou com primeiro-ministro italiano, escolhido  pelo Presidente que é eleito democraticamente pelo povo italiano Parlamento (raios, raios duplos, Freud explica pq estou com a ideia de eleição indireta na cabeça?). Com 17 palavras, 101 caracteres. Convenhamos é um jornalismo de qualidade impar não?

Eu quase não assisto telejornais mais, ontem foi uma exceção, então me pergunto: É assim sempre? Se for, aviso a meus amigos, antes de discutir algum assunto comigo, vcs tem que me dizer como se informam. Se for via Globo ou Veja, me recuso a sequer iniciar qualquer tipo de discussão.

Eu odeio o Berlusconi, até suspeito que foi o próprio Planalto que pediu pra imprensa abafar o encontro. Vai ver foi isso.


Cá como lá « Sonia Racy

Cá como lá

29 de junho de 2010 | 17h36

Direto da fonte

O premiê italiano Silvio Berlusconi deu uma aula fechada segunda-feira à noite para 48 empresários ligados a comunidade italiana. Falou sobre… a economia brasileira.

Tudo certo, Berlusconi deu um show. O problema aconteceu depois. Ao encerrar sua palestra no Terraço Itália, à convite da Câmara Ítalo-Brasileira, anunciou que Dilma está eleita. E não contente com a colocação politicamente incorreta, sob olhar constrangido do cônsul-geral Mauro Marsili, o premiê emendou: “Depois dela, tenho certeza de que Lula volta”.

Qualquer semelhança com Lula dando opinião lá fora é mera coincidência.

Lula diz que não se importa em pedir votos para Dilma – politica – Estadao.com.br

Lula diz que não se importa em pedir votos para Dilma

Presidente também elogiou sua candidata, classificando a ex-ministra da Casa Civil de \”preparada e competente\”
29 de junho de 2010 | 16h 02

Francisdo Carlos de Assis e Wellington Bahnemann, da Agência Estado

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira, 29, que a candidata do PT à sua sucessão, Dilma Rousseff, terá o direito de pleitear o segundo mandato, caso seja eleita nas eleições gerais de outubro. “Não me importo em ser simplesmente um cabo eleitoral para ela nessas eleições”, assegurou o presidente, em resposta a setores da oposição que alegam que a eventual vitória de Dilma abriria caminho para que ele voltasse ao poder em 2014. Além de descartar essa hipótese, Lula elogiou sua candidata, classificando a ex-ministra da Casa Civil de “preparada e competente”.

As declarações de Lula foram feitas em entrevista concedida após participar de encontro empresarial Brasil-Itália, na Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), na Capital, que contou, entre outros, com a presença do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi. Além de falar de política, o presidente confirmou o que já havia dito no artigo divulgado pelo site do jornal britânico Financial Times: que pretende se dedicar a iniciativas que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população, em países da América Latina, Caribe e do continente africano, quando deixar a Presidência da República. Porém, ressaltou que é importante saber, primeiro, se as pessoas desses países estão dispostas a ouvir as experiências do Brasil.

Na sua avaliação, o Brasil conquistou um acúmulo de políticas sociais que devem ser partilhadas, é por essa razão que ele pretende dedicar parte de seu tempo a essas iniciativas. E frisou que é preciso deixar claro também que o Brasil não fará ingerências em outras nações. “Mas o Brasil tem acúmulo rico de experiências e pode ajudar outros países”, emendou.

Indagado se poderia pleitear o cargo de secretário-geral da ONU, Lula enfatizou que o posto não pode ser exercido por um político que tem influência junto a outros políticos, mas sim por um burocrata que saiba os limites de atuação, subordinado aos países que compõem essa organização.

2 comentários sobre “Dezessete palavras, Cento e um caracteres

  1. Você tá por fora cara, rs.
    Fernando, você precisa dar uma espiadinha na globo news de vez em quando, é fantástico! “A mundo visto da lua”. É melhor que o “casseta e planeta”!
    Eu me informo basicamente pela internet, estou aperfeiçoando o inglês para poder explorar novos ares com mais facilidade. De qualquer maneira, com um pouco de conhecimento da legislação e um pouquinho sobre política acho que dá para extrair informações dessas porcarias que assisto sem assimilar a opinião desses veículos, formando a minha própria ou ao menos deixando a informação em “stand by” por um tempo para ser contextualizada depois com mais propriedade, depois de agregado mais algum conteúdo.
    De qualquer forma os holofotes estão em cima de Lula e Lula é Ibope, como se ele tivesse a mídia na mão. Além de transferir votos para Dilma também transfere a perseguição, o que é melhor ainda, e pelo que tenho visto a Dilma já esta aprendendo a usar as palavras certas, dando motivos para ser seguida pela mídia e ganhar cada vez mais popularidade.

    1. Realmente, graças a deus estou por fora. rs.

      Digam o que quiser, mas saber ingles e um pouco de espanhol é uma especie de libertação. Eu por exemplo nao consigo sintonizar na Globonews, se tenho a um controle remoto de distancia a Bloomberg e a BBC World News.

      Agora telejornal é passado, só tem noticia velha. E o pior, os caras tiram os analistas que poderiam aumentar o “valor” da informação, e ai só sobra, bem, isso ai.

      Abçs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s