Quer que eu desenhe? :: Dívida Líquida do Setor Público vs PIB (previsão)

“Entenderam pq a mídia não fala mais de Economia?”

Talvez as pessoas comuns (sim, nós economistas nos achamos seres superiores. E daí? Vai encarar?) não consigam compreender a importância de se ter uma DLSP baixa.

Então segue abaixo um resuminho que achei. Dá pra entender mais ou menos como funcionou esse ciclo no governo FHC e entender a importância dessa redução, que começamos a fazer no governo Lula.

Sem nenhum esforço adicional, ela vai cair para níveis asiáticos (30% do PIB) que derrubará os juros e permitirá um crescimento sustentável. Ou seja, a Dilma, se vencer, vai estar com a faca e o queijo na mão.

E sempre me disseram pra tomar cuidado com um mineiro(a) quando tem a faca e, principalmente, o queijo na mão.

ENTENDA A DÍVIDA INTERNA

ENTENDA A DÍVIDA INTERNA

COMO A DÍVIDA INTERNA DOBROU DURANTE O PLANO REAL

Fábio Pereira ( Mestre em Finanças Públicas pela Fundação Getúlio Vargas)
Continuar lendo

Quer que eu desenhe? :: Crescimento do PIB

“Entendeu pq a mídia não fala de economia? Só restou a “escandalização do nada” como plataforma política.”

PS.: Essa previsão para o crescimento do PIB em 2010 já ficou pra trás. Ou seja, a média do Governo Lula vai ficar em aproximadamente 4,1% a.a. Só o dobro da era FHC. Entendam, isso não é nada “trivial”.

Um PIB “colossal” em 2010


“Não sou eu quem está dizendo, é o Vinícius Torres da Folha.”

Tudo no script. Inclusive o desespero da oposição. Afinal, 8% a.a. é colossal, sem dúvida. Chinês, indiano, eu diria. Plus, democracia plena, liberdade de expressão total, instituições cada dia mais fortes, êxodo rural já no passado e sem castas.

O céu, é o limite.

Folha.com – Blogs – Blog do Vinicius

17/09/2010
PIB de 2010: quem dá mais

A consultoria MB Associados acaba de revisar sua estimativa de crescimento do PIB em 2010 para 8%. “Estimativas são estimativas, nada mais do que estimativas”, diria um Odorico Paraguaçu econométrico, mas a MBA é uma das consultorias mais precisas e ponderadas do mercado, além de prestar sempre muita atenção ao mundo da economia real _não vivem apenas de torturar séries de dados em programas de estatística.

Como se dizia, 8%. Com recessão e tudo no ano passado, 8% é colossal.

Ontem mesmo, a “Economist Intelligence Unit” soltou sua previsão nova para o PIB em 2010, 7,8%. Os economistas dos maiores bancos do Brasil prevêem alta de em torno de 7,5%, 7,6%. Na mediana do mercado, segundo a pesquisa Focus do BC desta semana, 7,42%.
Continuar lendo

Quer que eu desenhe? :: Crescimento PIB vs Países Selecionados

“Por essa e mais outras é que a mídia parou de falar em economia. Só dossiê…”

Mais no “Economia Brasileira em Perspectiva de Jun/Jul 2010

Pro nosso estágio de desenvolvimento 7% ao ano é o ritmo ideal. Nem mais, nem menos. Mas só o Homer pra explicar isso pro William Bonner, afinal gênios só conseguem conversar com pessoas do mesmo nível intelectual.

PS.: Quem está acompanhando a série, alerto que esse .pdf é diferente dos anteriores. Vale a pena conferir na integra.

Focus :: Previsão de inflação cai, de novo.

“Só o Bonner pra querer que o Brasil cresça mais que 7% a.a. nesse momento. Depois o Homer é o telespectador.”

No novo boletim Focus do Banco Central é mais água no moinho da candidatura governista. As expectativas do mercado convergem para uma inflação mais próxima do centro ainda em 2010. Hj está em 5,07% a.a. com crescimento do PIB em 7,03%. Apesar da inflação ainda estar acima do centro da meta (só os sádicos estão preocupados com isso no momento) é um resultado sensacional.

Pois, i) o COPOM não deve aumentar os juros nas próximas reuniões (2 até as eleições) e ii) criam um cenário (inflação controlada, crescimento no ritmo ideal para o Brasil) promissor para o começo de governo da Dilma, principalmente se ela tomar a decisão mais sábia que é assumir mudando muito pouco na equipe (principalmente no 2º e 3º escalão da administração federal).

Falando nisso, se ela quer mesmo soterrar essa manchetes patéticas, deveria dizer que pretende assumir com a equipe que está ai (e trabalhou com ela até pouco tempo) e que fará as mudanças necessárias lentamente. Isso seria um balde de água fria em muita gente. Até porque seria a coisa mais inteligente a ser feita.

Nada mal. Agora relembrem como foi a Política Monetária tucana antes das eleições de 2002 e imaginem como estariam tentando manipular tudo se estivessem no comando. Depois não entendem por que as coisas dão errado. É simples, faça a coisa certa que os resultados aparecem.

Fazendo uma citação intransponível para alguns mais jovens: “Construa que eles virão”.

Um PIB cinco estrelas na eleição? (Atualizado)


Se o PIB chegar a 6% e o aumento da renda per capita continuar a tendência atual, não tem PIG que segure. A mídia vai ter revelar toda a sua face golpista.

Veja a evolução do PIB per capita em US$ de 1994 a 2008:

Aqui a evolução do PIB per capita em R$ de 1994 a 2008:

Agora a variação do PIB em % de 1994 a 2008 (mais previsões para 2009 e 2010):

Nesse ultimo gráfico fica claro que os excessos do BCB qdo precisava esfriar um pouco economia foram uma nota dissoante nessa condução.

Enfim vai ser preciso um esforço muito grande pra deixar as evoluções na economia fora das eleições de 2010. Por isso a pauta está sendo ampliada pra além das tradicionais (crescimento, emprego, obras, etc).

Sustentabilidade, além óbvio, do cansativo “ética na política”.

Mas ao contrário do que pensam isso pode ser bom. Depois vou fazer um post sobre o que Schumpeter acha disso…

Folha de S.Paulo – Vinicius Torres Freire: Um PIB cinco estrelas na eleição? – 18/09/2009

VINICIUS TORRES FREIRE

Um PIB cinco estrelas na eleição?

Continuar lendo