Quer que eu desenhe? :: Classes Sociais – Participação

“Por essas e outras é que a mídia parou de falar em economia. Só dossiê…”

Anúncios

Quer que eu desenhe? :: Crescimento PIB vs Países Selecionados

“Por essa e mais outras é que a mídia parou de falar em economia. Só dossiê…”

Mais no “Economia Brasileira em Perspectiva de Jun/Jul 2010

Pro nosso estágio de desenvolvimento 7% ao ano é o ritmo ideal. Nem mais, nem menos. Mas só o Homer pra explicar isso pro William Bonner, afinal gênios só conseguem conversar com pessoas do mesmo nível intelectual.

PS.: Quem está acompanhando a série, alerto que esse .pdf é diferente dos anteriores. Vale a pena conferir na integra.

Quer que eu desenhe? :: Investimento Público vs Privatizações vs PAC

“Esse gráfico é sensacional. Por favor espalhem.”

Em um único gráfico resume o núcleo da diferença do projeto para o Brasil. Uns destroem. Outros constroem. Simples assim.

Não é preciso falar mais nada, até o Homer Bonner e é capaz de entender esse.

Focus :: Previsão de inflação cai, de novo.

“Só o Bonner pra querer que o Brasil cresça mais que 7% a.a. nesse momento. Depois o Homer é o telespectador.”

No novo boletim Focus do Banco Central é mais água no moinho da candidatura governista. As expectativas do mercado convergem para uma inflação mais próxima do centro ainda em 2010. Hj está em 5,07% a.a. com crescimento do PIB em 7,03%. Apesar da inflação ainda estar acima do centro da meta (só os sádicos estão preocupados com isso no momento) é um resultado sensacional.

Pois, i) o COPOM não deve aumentar os juros nas próximas reuniões (2 até as eleições) e ii) criam um cenário (inflação controlada, crescimento no ritmo ideal para o Brasil) promissor para o começo de governo da Dilma, principalmente se ela tomar a decisão mais sábia que é assumir mudando muito pouco na equipe (principalmente no 2º e 3º escalão da administração federal).

Falando nisso, se ela quer mesmo soterrar essa manchetes patéticas, deveria dizer que pretende assumir com a equipe que está ai (e trabalhou com ela até pouco tempo) e que fará as mudanças necessárias lentamente. Isso seria um balde de água fria em muita gente. Até porque seria a coisa mais inteligente a ser feita.

Nada mal. Agora relembrem como foi a Política Monetária tucana antes das eleições de 2002 e imaginem como estariam tentando manipular tudo se estivessem no comando. Depois não entendem por que as coisas dão errado. É simples, faça a coisa certa que os resultados aparecem.

Fazendo uma citação intransponível para alguns mais jovens: “Construa que eles virão”.