O embuste


“Desde o surgimento da internet, nunca me senti tão poderoso. Nunca me senti tão forte e influente. De uns tempos pra cá essa sensação só cresce dentro de mim. Talvez seja efeito do crescimento das redes sociais que tem feito com que as informações sejam divulgadas exponencialmente. Talvez seja mesmo só o fato que vivamos a era da mediocridade. Talvez.

O que importa é que tenho me sentido como o mais “famoso dos famosos”, o rei da selva, o “the talk of the town”, o senhor do “zeitgeist”, a bala que matou o Kennedy, a estaca no coração do Drácula. “Like a G6“, reverbera nas rádios, um refrão enojante inspirado em mim.

Quando passo nas ruas, todos me olham com inveja, mulheres de todas as idades, com olhares lascivos me desejam, os outros machos da espécie mostram reverência e submissão, abaixam suas cabeças como cordeirinhos, executivos com roupas tão caras, quanto afeminadas, se prostam de joelhos.

Meus poucos livros são disputados a tapas nas livrarias. Meu telefone não para de tocar, são agentes de hollywood querendo os direitos para uma versão cinematográfica. Uma série talvez. Minha caixa de email está lotada de convites para palestras e “roadshows” a preço de ouro por todo o globo.

Ouro. Títulos. Dinheiro. Jatinhos. Champanhe. Carros caríssimos. O que pra vocês é sonho, pra mim é mera realidade. A mídia aos meus pés, lambendo, com sua língua fétida, o chão aonde piso. Líderes de todo mundo querem me encontrar, ouvir meus conselhos. No Oriente Médio, na África, todos os problemas sendo resolvidos pelo poder da minha palavra.

Eu sabia que seria assim. Desde que nasci sabia que possuía esse “dom”. O poder de convencer quem quer que seja. Não é só a escrita. Mas a linguagem como um todo. Um olhar, um gesto. Tudo isso forma uma força mística, um ectoplasma que orbita o meu ser, e, cria um campo de força que subjuga todos que me ouvem, que me leem. Uma espécie de eloquência transcendental

Mas vocês nunca serão capazes de entender, isso é inacessível para vocês, meros mortais. É algo só para os “escolhidos” só para aqueles que vocês desde os primórdios, reverenciam e chamam de deuses.

Eu sou a evolução da espécie social. Eu sou…”

Nesse momento ele acorda subitamente, suando frio, corre, liga o laptop, e faz mais um post no seu blooooog...


Dedicado a todos hiper-blogueiros e pseudo-escritores que habitam a internet atualmente.

2 comentários sobre “O embuste

  1. Excelente, tirando o blog (que eu não tenho) isso tudo é uma perfeita descrição de mim mesmo. Como você descobriu tudo isso?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s