Bye-bye

buckle your seatbelt Dorothy, because kansas is going bye-bye

Apesar do blog ter ficado às moscas, ainda tem leitores que vem aqui diariamente. Por isso achei necessário fazer esse post. Pra ser sincero a decisão de fechar o blog (definitivamente ou temporariamente) foi súbita. Tinha alguns posts no rascunho. De madrugada assisti novamente o “O Informante” e achei muito similar a nossa situação, vai ficar pra próxima. Queria mostrar, para aquele que ainda não perceberam, a revolução que os “smartphones” estão fazendo no mundo, não vai dar.

Mas principalmente, tinha um trilogia já rascunhada, e o primeiro post – “As peças se movem” – não foi ao ar por detalhes operacionais, pois uma falha na rede e no firefox/scribefire, fez com que eu perdesse todas as correções e o desânimo foi imediato. Talvez tivesse que ser assim. Se tivesse terminado a trilogia, com o “Overman” (sobre a saga que foram os oito anos do governo do Lula) e o sangrento, mas necessário, “O PiG somos nós” (mostrando como a vitimização e a aversão a qualquer critica interna ou externa, está fazendo a blogosfera ficar cada dia mais parecida com a mídia tradicional) tudo teria sido diferente. Talvez nem teria decidido fechar o blog.

Já disse que não gosto de coincidências, mas o fato é que o meu “plano de governo para os próximos 4 anos” não tem espaço para posts diários. Não tem espaço para posts apressados e sem revisão. Não tem espaço para esse blog, da forma como ele é atualmente. Não sei nada sobre o futuro, mas ao ler os alguns posts antigos, como o “É o povo, Estúpido!“, “É o Pré-Sal, Estúpido!“, “Riscos para a Dilma/PT em 2010“, O pré-sal e 2010“, Desconstruindo, Clovis Rossi“, “Arminio, Serra, os juros e a falácia da argentinização“, “Ciro e dimensão do Lulismo“, entre muitos outros, fico com a sensação de dever cumprido. A qualidade não foi a que vocês mereciam, mas fiz o que pude, com as armas que tinha disponível e com o tempo (livre) que me sobrou.

Eu tinha voltado com gosto de sangue, locked and loaded, e mesmo com as mensagens que o “friendly fire will not be tolerated” eu ia partir para o ataque mostrando com certos “blogueiros progressistas” também manipulam, também distorcem, também ignoram os avisos de seu público e tem interesses ocultos. E.x.a.t.a.m.e.n.t.e. como o PiG que tanto criticam. São todos meros jornalistas (e deixem eu desenhar pra vocês: isso não é um elogio). Mas é melhor deixar isso pra lá.

Mas seria injusto dizer que é só isso. Tenho projetos. Abandonei as pretensões acadêmicas, virei empresário empreendedor (inacreditável, fechei o blog e não fiz um post sobre inovação e empreendedorismo) e isso toma muito tempo e pior, envolve dinheiro. Não só, também troquei leitura de livros, pela leitura de jornais. Me sinto cada dia mais burro a cada dia. Não quero isso pra mim.

Ano novo vida nova (mentira, não acredito nisso, acredito na transformação continua, a cada instante). Mudar é preciso, é o que nós trouxe até aqui. É o que nós levará adiante. Evoluir.

Talvez não seja um adeus, e sim um até logo. Talvez, seja só uma “pausa dramática”, quem sabe? De qualquer forma, muito obrigado, por tudo. Valeu a pena.

27 comentários sobre “Bye-bye

  1. Ja faz um tempo que entro nesse blog quase todos os dias! É um dos meus preferidos, sempre com post’s interessantes. Espero que você não nos abandone!! Estarei sempre verificando as atualizações!! abraços

  2. Se preocupa não Emerson que ele volta falou que ia fechar o blog a uns 6 meses atras e depois voltou com tudo. Só dá umas ferias para ele de um mes.

    1. Com certeza. Não tenham duvidas disso. Se não tiver um espaço para postar o que eu penso, essas coisas ficarão dentro da minha cabeça é isso só é prejudicial.

      Minhas opiniões tem que ser externalizadas, pois ai abrem espaço para novas ideias. É um até logo com certeza. Não sei por quanto tempo.

      Até pq com essa qualidade que a mídia brasileira tem, seria irresponsabilidade minha, como cidadão.

      Só não queria deixar o blog como um morto-vivo por ai. Enfim, está fechado para balanço.

  3. “Não só, também troquei leitura de livros, pela leitura de jornais. Me sinto cada dia mais burro a cada dia. Não quero isso pra mim.”
    O que é isto guri!?
    Para ficar burro é necessário não desligar a televisão, ler a grande imprensa do pensamento único e aceitar o cabresto deles.
    Isto nunca foi e, acredito, nunca será o teu discernimento. Tu, sempre, neste pouco tempo que participo e abuso da democracia deste grandioso blog, quizestes saber o por quê das coisas – que é exatamente o que a grande imprensa não quer ensinar.
    Um dos maiores ‘marcos’ da vida de uma pessoa é a arte de ensinar. Tu o sabes fazer muito bem. Aqueles posts “querem que eu desenhe”, foi consulta de trabalho escolar de meu filho.
    Espero que seja um até logo.
    Mas se é empreendedorismo para benefício teu – siga em frente.
    Mas que vai ficar uma enorme lacuna nos blogueiros – ah, isso vai mesmo.
    Meu velho pai sempre dizia: “atrás de uma coisa boa só vem coisa boa.” – Vá mesmo atrás do que é bom prá ti.
    De qualquer forma, em 2010, foi excelente conhecer este blog, o aprendizado é enorme e a democracia com consciência política é a sua marca.
    Tudo de bom e até logo.
    Parabéns por tudo.

    1. É isso que me fez dar um tempo. Qdo as coisas adquirem magnitude, é preciso ter responsabilidade. É preciso ter qualidade. Senão em breve, viraremos “clones do PIG”, nos tornaremos exatamente aquilo que tanto criticamos.

      Então é preciso reavaliar sempre, se é esse mesmo o caminho.

  4. Tomara que seja só até logo para um período sabático.
    Eu sou grato ao “Desconstruindo Clovis Rossi”, pois foi com ele que lhe conheci.
    Quando você diz fechar é sair do ar ou apenas não postar mais? Teremos como rever os textos?
    Fernando, você terá muito sucesso no que fizer.
    Um grande abraço!

    1. Vai ficar no ar, claro. Desativei as contas e em breve os comentarios. Com certeza é um até breve. Até resolver outras coisas e repensar um modelo diferente.

      Inovar é preciso.

      PS.: Vc precisa abrir uma conta no Twitter meu caro, pra gente continuar conversando. E comprar um smartphone.
      PPS.: Qdo a esposa tiver uma folga no serviço dela devo ir ai em Sampa. No momento está muito corrido. Ai aviso vc e o Vander por email.

      1. Blz. O importante é não perder a possibilidade de ler ou referenciar textos do passado.

        Nananinanão. Até terei conta no twitter, para um outro fim. Como obtenho?
        Smartphone? O que é isso? Não gosto de ficar com muitos canais abertos. No momento gosto do facebook, vc está nele, pode me deixar recado por lá.

        Claro, será um prazer vê-los em Sampa!

      2. http://twitter.com ai tem a opção “Sign Up”.

        Vc tem telefone celular? Smartphone é a evolução dele. Sabe esse computador q estás usando? Tudo isso dentro de um “telefone mais inteligente e avançado”. Ai vc fica na fila do banco, ao invés de não fazer nada, fica lendo um livro, twitando ou jogando. Mais ou menos isso.

        Não seja ranheta rapaz.

      3. Meninão, mas eu não sou ranheta naum…

        Eu tenho celular básico, só uso para atender ligações. Mas só o tenho por segurança, pois o alarme da loja está ligado nele (e a última vez que tocou o alarme foi em 2004, então fico pensando se não estou tendo despesas à toa.)

        Bom, no passado peguei a linha porque as pessoas me perguntavam seu eu tinha celular e achei que tinha que ter um rsrs.

        Eu nunca quis notebook porque acho o teclado pequeninho…

        Sou meio ermitão, o internet banking resolve. Faz tantos anos que não entro em banco. Nos últimos meses voltei a frequentar, com mamãe doente ela pede pra eu ir junto.

        Twitter quero abrir uma conta, mas não pra usar, pra que ninguém use meu nome. Não sei por onde começar.

        Joguinhos eu lembro de um de 1983/85, acho que chama Tetrix. Bloquinhos caiam e tínhamos que encaixá-los.

        Céus, tô me sentindo tão ultrapassado…

  5. Acho que ao menos poderia deixar o blog no ar já que tem muito material bom como gráficos e dados pertinentes à política, economia, tecnologia, etc. Seria uma forma de contribuir sem ter o trabalho de continuar postando.
    Boa sorte e saúde pra família!
    Abraço

  6. Caríssimo, já vai tarde. Mas, que coisa, só no último post o senhor resolve fazer um mea culpa sobre a blogosfera “progressista”! Que de progressista não tem nada! Ou é progressista defender setores específicos da economia, como o grupo Oi/Telemar e muitos outros, e da sociedade, como os sindicatos, como fez o governo Lula? E a defesa permanente de uma inflação mais alta, que, como qualquer estudante primeiroanista de economia sabe, só prejudica os mais pobres? E a visão ingênua sobre o Banco Central, que em 2010 saiu dos trilhos para fazer política (e gerar uma inflação altíssima, de 5,9%)? E a defesa apaixonada do presidente Lula, o mais conivente da história com a corrupção? É progressista defender as alianças de Lula com Sarney, Renan Calheiros, Jader Barbalho, Moreira Franco, Eduardo Cunha, etc.?

    Fico feliz também em saber que o senhor é um empreendedor. Boa sorte! No batente, o senhor saberá no bolso o tamanho do custo da política econômica do senhor Guido Mantega, tão defendido aqui neste espaço.

    A ideologia cega.

    1. Caro,

      i) Nunca me furtei de criticar o governo Lula ou parte da política econômica atual. Fui um dos primeiros a criticar o descaso desse governo com as demandas da classe média.

      ii) Nunca concordei com o termo “progressista”. Aceitamos participar do movimento, por ser representativo naquele momento. Foi, vencemos e agora não participo mais.

      iii) Seus argumentos e criticas ao atual estado da economia são tão primários que não vou pular essa parte. Ver: Valor, FT e The Economist. Liberais, mas não rasgam nota de R$ 100. A economia bomba, enquanto o resto do mundo patina. Talvez o ódio arraigado e acumulado pela perda das eleições justifique suas palavras.

      iv) Aprendi desde cedo: Desconfiar daqueles que repetem que trabalham demais, enquanto subjulgam os demais. Não sei da sua história. Sei da minha, não me venha falar de “batente”.

      v) Finalmente um ponto que concordo: A ideologia cega.

      Nunca antes na historia desse blog a frase “Haters gonna hate” fez tanto sentido.

      Troll, me deixe em paz, pelo menos na despedida, ok?

      1. Companheiro,

        eu fui leitor assíduo do seu blog. Confesso que exagerei na dose ao sugerir “já vai tarde”. De fato, resvalei no que há de pior na blogosfera que é: “Queimem os livros (no caso, os jornais!)”. Por outro lado, devo dizer que me cansa o esquerdismo juvenil que prevalece em boa parte da blogosfera (muito fera, aliás, no sentido selvagem da palavra). No fundo, sinceramente, eu lamento o fim do seu blog, embora não concorde com um grande número de coisas que li por aqui. Mas é antidemocrático comemorar o fim do blog. Taí, já me sinto órfão deste espaço. Sem ironias. E lhe peço perdão pela grosseria anterior.

        O sucesso econômico do governo Lula (viva!!!) não deve enublar o fato de que, do ponto de vista institucional, se avançou muito pouco nesse período. Não deve também nos fazer esquecer que o governo, e especialmente o presidente, relativizou valores éticos. E não adianta virem falar “mas no governo FHC foi assim também”. A esses eu reajo da maneira mais simples: “E daí???????”. Porque FHC fez um governo controvertido, Lula tem, então, todo o direito de fazer o mesmo? Não existe política sem corrupção? É esse o preço que o país tem que pagar para avançar??? Não posso aceitar isso nem se me provassem que Lula é a encarnação da Madre Teresa de Calcutá.

        Fernando, não perdi a eleição. Tenho grande simpatia pela Dilma, especialmente a retratada nas páginas do Valor, o melhor jornal do país. Acho que ela pode, se conseguir segurar o ímpeto monetário do PMDB e de outros aliados, o corporativismo de setores do PT e o sindicalismo de resultados do PDT e da Força Sindical, fazer um bom governo, melhor, inclusive, que o de Lula. MInha decepção é com o Lula, que me fez acreditar nele durante exatos 22 anos, mas traiu a mim e a milhões de brasileiros com mensalões e que tais, além das alianças absolutamente espúrias.

        Mas as minhas críticas não se resumem à questão ética, uma questão por si só fundamental para que se aprove ou não um governo. Lula fez pouco ou quase nada pelo ensino fundamental, não andou na saúde, fez uma política externa de espetáculo e pouco resultado, inchou o Estado com funcionários que ganham salários desproporcionalmente elevados quando comparados aos do restante da economia, etc.

        É isso. Lamento o fim do blog. E desejo sucesso à sua jornada profissional.

        Charles.

      2. Caro, desculpas aceitas.

        Sobre suas criticas:

        i) Acho que não acompanhou o suficiente o meu blog, talvez tenha chegado no apice da luta eleitoral. Mas essa (ausência de institucionalização dos avanços, o egocentrismo do Lula, sua aversão a embates que corroessem sua popularidade) não foi, sempre a minha maior critica a ele?

        ii) Lula não é o salvador. Grande parte dos seus avanços foi obra coletiva, concentrada e liderada por sua força e habilidade politica. Os avanços economicos nem deveriam ser discutidos mais, assim abririamos espaços para a discussão e critica de outros aspectos da sociedade brasileira.

        iii) Os problemas eticos, que lideres honestos e como FHC e Lula não podem ser um grande sinal de um problema mais profundo na sociedade, que abomina (pelo menos da boca pra fora) corruptos, e ignora a existencia de corruptores? Esses caras, no topo do poder, simplesmente sobreviveram a um sistema politico podre? Pra resumir, o buraco é mais embaixo.

        iv) Que bom que estamos no mesmo barco, não no da Dilma, não no do Lula, não do FHC, mas do Brasil.

        Abçs,

  7. Peço para rever sua posição, seu blog, continuará como meus favoritos, pois auxiliou muito nestas eleições Presidencias, para difundir as idéias progressista pró Dilma. Marcos Leonel, Empresário pequeno porte- Pompéu-MG.

  8. “Talvez não seja um adeus, e sim um até logo.”
    Eu sabia que, no fundo, você era um serrista.😀

    Como muito sapiente e ponderadamente disse o NPTO, ESTAMOS CAINDO COMO MOSCAS AAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!!!!!!

    Boa sorte com o batente!

  9. Fernando, acho que este ano vou focar em câmbio (ano passado foi “pesquisas eleitorais”) Lembra este post? “Quer que eu desenhe? :: Câmbio Valorizado”

    Você teria como me mandar planilhas com os dados ou os links das fontes para eu ir me divertindo nestes meses?

    um abraço!

      1. Obrigado, Fernando, não tem pressa. Não haverá desvalorização intensa tão cedo hehehe.

  10. POH! Logo agora que vim por aqui e me preparava p’ra ficar!
    Fico esperando que, depois do arranque dos empreendimentos vc volte a nos ajudar nesta luta.
    Obrigado pelo que já foi feito.

  11. Ei ja deu seis meses de descanço. Ta na hora de alimentar seu leitores né? pelo menos um post para dar sinal de vida

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s