O futuro do Serra é virar um Collor

“2010 está sendo sangrento. 2011 vai mais.”

Jogo sujo é do jogo. Mas como acham que vão governar em 2011? Serra é um péssimo estrategista, mas quem fornece o dinheiro grosso não. Muitos tem muito a perder, mas uns poucos tem muito a ganhar. Mas a gente sabe que a maioria não aprende fácil. Tem que “comer o capim pela raiz” para aprender. Só assim acho que a classe média vai compreender o que está em jogo.

Eu não quero ver esse governo, como toda a habilidade de negociação que o Serra tem, no fim de 2011. Com a sua incapacidade de aceitar a autonomia informal do Banco Central e sem interlocução no Mercado, com o seu respeito à liberdade de expressão. Com seu posicionamento a favor de softwares da proprietário e jornais e revistas da mídia paulistas nas escolas. Eu quero ver como o PT vai agir na oposição, saindo das eleições achando que perdeu de forma desleal e injusta.

De qualquer forma, eu já tinha avisado que iriam para o vale-tudo. O jogo de 2010, valeria o Pré-Sal, a economia bombando, a inflação controlada, os investimentos da Copa 2014 e das Olimpíadas de 2016. Disse que seria sangrento. Disse, e implorei ao PT, que não usasse o salto-alto. Mas principalmente disse que vencer no 1º turno, era estratégia, não favoritismo. Ninguém (da campanha) me ouviu.

Agora, se perder, o PT vai sair das urnas com gosto de sangue na boca, o MST será acuado e criminalizado, afinal Kátia Abreu só não virou vice do Serra pq não quis. Eles estarão livres das amarras institucionais e com ódio no coração. O PT não precisará fazer o jogo da mídia, muito pelo contrário, poderá enfrentá-la. E pra piorar esse cenário, terá em São Bernardo um líder pronto para se recandidatar em 2014.

Logo após a posse do Serra, ele virará, mais rápido que imaginam, um Collor. Alguém acha que no poder, tendo que contrariar interesses diariamente, as suas sujeiras vão continuar debaixo do tapete? Vai ser sangrento, mais que essa eleições presidenciais.

Anúncios

O que virá na Época dessa semana?

“Vazaram isso ai pra Época”

Eu aposto num vazamento do processo que estava no STM. Não que tenha algo importante lá, mas como disse anteriormente, eles só precisam de uma folha em branco para escrever suas mentiras.

Parabéns a todos os incompetentes que do alto da sua arrogância, permitiram o segundo turno. Sua falta de inteligência e humildade vai entregar de bandeja um País voando baixo a um grupelho de tucanos golpistas.

O futuro do Serra é virar um Collor

“2010 está sendo sangrento. 2011 vai mais.”

Jogo sujo é do jogo. Mas como acham que vão governar em 2011? Serra é um péssimo estrategista, mas quem fornece o dinheiro grosso não. Muitos tem muito a perder, mas uns poucos tem muito a ganhar. Mas a gente sabe que a maioria não aprende fácil. Tem que “comer o capim pela raiz” para aprender. Só assim acho que a classe média vai compreender o que está em jogo.

Eu não quero ver esse governo, como toda a habilidade de negociação que o Serra tem, no fim de 2011. Com a sua incapacidade de aceitar a autonomia informal do Banco Central e sem interlocução no Mercado, com o seu respeito à liberdade de expressão. Com seu posicionamento a favor de softwares da proprietário e jornais e revistas da mídia paulistas nas escolas. Eu quero ver como o PT vai agir na oposição, saindo das eleições achando que perdeu de forma desleal e injusta.

De qualquer forma, eu já tinha avisado que iriam para o vale-tudo. O jogo de 2010, valeria o Pré-Sal, a economia bombando, a inflação controlada, os investimentos da Copa 2014 e das Olimpíadas de 2016. Disse que seria sangrento. Disse, e implorei ao PT, que não usasse o salto-alto. Mas principalmente disse que vencer no 1º turno, era estratégia, não favoritismo. Ninguém (da campanha) me ouviu.

Agora, se perder, o PT vai sair das urnas com gosto de sangue na boca, o MST será acuado e criminalizado, afinal Kátia Abreu só não virou vice do Serra pq não quis. Eles estarão livres das amarras institucionais e com ódio no coração. O PT não precisará fazer o jogo da mídia, muito pelo contrário, poderá enfrentá-la. E pra piorar esse cenário, terá em São Bernardo um líder pronto para se recandidatar em 2014.

Logo após a posse do Serra, ele virará, mais rápido que imaginam, um Collor. Alguém acha que no poder, tendo que contrariar interesses diariamente, as suas sujeiras vão continuar debaixo do tapete? Vai ser sangrento, mais que essa eleições presidenciais.

O que virá na Época dessa semana?

“Vazaram isso ai pra Época”

Eu aposto num vazamento do processo que estava no STM. Não que tenha algo importante lá, mas como disse anteriormente, eles só precisam de uma folha em branco para escrever suas mentiras.

Parabéns a todos os incompetentes que do alto da sua arrogância, permitiram o segundo turno. Sua falta de inteligência e humildade vai entregar de bandeja um País voando baixo a um grupelho de tucanos golpistas.

Hoje acordei puto não com meus inimigos

“Já enxergo as tochas da inquisição daqui”

Hoje acordei puto não com meus inimigos, mas com muitos que estão do meu lado. Depois de meses passando o carro na frente dos bois, usando as janelas que a mídia sorrateiramente disponibilizava, subindo no salto-alto, esse bando de covardes, no primeiro estampido, entram em pânico, gritam pela mamãe e saem queimando bandeiras históricas. Não tem a calma daqueles que simplesmente sabem que devem fazer o que é correto.

Hoje acordei puto não com meus inimigos, mas com gente que publicamente afirmou que “a eleição já estava decidida” e agora volta aos jornais dizendo “a gente foi arrogante”. A gente quem? Nem tem o ombridade para assumir as besteiras que falou.

Hoje acordei puto não com meus inimigos, mas com um bando de gordos que ficam no centro da campanha, e recebendo uma fortuna, para pensar estrategicamente, mas a cada dia só demonstram que não passam de uns amadores com boas conexões. Profetas do passado, nunca se antecipam a nada. No fim só atrapalham.

Hoje acordei puto não com meus inimigos, mas com marqueteiros que, contratados a peso de ouro, incapazes de ao menos copiar boas práticas já aplicadas lá fora, de ouvir a gente gritando do lado de fora, de perceber os sinais das pesquisas.

Hoje acordei puto não com meus inimigos, mas com a real possibilidade de perder a eleição da primeira mulher presidente do Brasil, com uma visão desenvolvimentista, progressista e soberana de país.

Hoje acordei puto comigo mesmo por ter consciência da minha impotência diante de uma situação que já havia previsto.