Torcida dilmista

esperando pela "Dilma's Party"...
Estão surgindo aqui e ali análises do tipo :

“mas Lula tinha 55% dos válidos em meados de agosto/2006 e foi para o 2º turno”…

“a campanha na TV vai mostrar que Serra é o ‘homem mais preparado’… havendo 2º turno é outra eleição”

“Marta perdeu em 2008 pelo salto alto”

Ok, ok, dilmistas devem evitar desmobilizações (muito cartesiano, não?), serristas animando a turma. É assim mesmo. Poder acontecer algo sempre pode, mas não é provável.

Só por exercício, para desconstruir o excesso de “realismo”, lembramos que:

– Lula era muito conhecido em 2006 e houve factóides na última semana. Dilma ainda está sendo conhecida, só 1/3 dos pesquisados relata ter visto a propaganda. E andou mudando a reação popular a factóides;

– Talvez seja melhor ser “a pessoa mais preparada” (e o programa da Dilma do dia 21 fala disso, assistam que é tão bonito como os programas do dia 17. Especialmente a partir dos 08:20)

http://www.youtube.com/watch?v=7JCHqOuHRj0

– Marta Suplicy nunca teve mais que 50% dos votos válidos na campanha para a PMSP. Ela tinha apenas a passagem para o 2º turno garantida, sabendo-se que havia 3 nomes fortes dividindo o eleitorado situacionista – e continuísta – de então. É bem diferente.

E ainda:

– que desmobilização é essa a favor de Dilma a ser evitada? Não vi mobilização tão significativa ocorrendo…  Aqui em SP ninguém me mandou email nem distribuiu adesivo/botton;  

– A aceleração nas pesquisas da vantagem de Dilma tem sido tão rápida que talvez a pesquisa Datafolha esteja ainda “não-alinhada”. Ou seja, ainda podem sair Sensus e Vox com vantagem bem maior que na DF. Em SC e SP já há quase empate, e isso não é de institutos “ajustando” (pelo conhecimento);

– O Ibope não mostrou, este ano, nenhuma vez menor vantagem que o Datafolha para Dilma;

– A campanha da oposição não mexe tanto com a emoção e está focada muito em saúde (mas só vi dois programas);

– Já houve analistas (creio que R. Guedes, do Sensus) que aventaram há umas semanas que seria possível Dilma ter o dobro de votos que Serra no final da campanha.

Bom, haverá 3 pesquisas nacionais sendo divulgadas esta semana. A brincadeira agora é tentar estimar quanto poderá ser a vantagem. Supondo a continuidade, por mais uma semana, de sucesso na comunicação da candidatura Dilma, não será otimismo exagerado supor:

21 pontos de vantagem na pesquisa Sensus de 22.08 / 19 pontos de vantagem na Datafolha de 25.08 / 20 pontos na Ibope de 28.08. Com “viés de alta”…

Quando esse movimento vai parar?

4 comentários sobre “Torcida dilmista

  1. Exatamente, do jeito que estamos indo na reta final da campanha o PT nem colocará o carro na rua. Aqui tá todo mundo parado. E isso, mesmo que não afete a campanha majoritária, afeta a proporcional.

    E a Dilma pra governar precisa, mais que o lula, de fazer o cabelo, a barba e o bigode. Eleger governadores governistas, deputados federais, mas principalmente senadores.

    Se o povo achar que a presidência tá resolvida vai perder nos estados e no senado. Feio.

    1. Aqui tá tudo parado também, mas o PSDB e o PP idem. Não há ninguém distribindo adesivos em nenhum sinal (semáforo/farol) só que eu saiba não é proibido, aliás, propaganda paga e carros de som são permitidos desde o dia 05/07. Eu queria usar um botton e coisa e tal e nada. E não vou mandar fazer, acho que isso devia ser trabalho do Mercadante. rsrs

      Você está certo em tudo, mas se a população tende a votar para “presidentes imperiais” não dá para fazer muito. Caberia à militância explicar e divulgar a importância de pelo menos votar na legenda.

  2. Realmente as coisas andam meio paradas. Na USP é bem diferente, a faculdade está mostrando a eleição em cada parede e mural, todo mundo conversa sobre isso, há debates, palestras, etc. Se bem que já começei a ver, nos últimos dias, militantes do PT com bandeiras do Mercadante na praça da Sé. Já é um começo.

  3. Complicado é votar no PT do Paraná. Gleisi Hoffman não me anima, Vanhoni parece mafioso (tem cara de gangsta)… E ainda eles se aliaram com o partido da família Dias, que, diga-se, é a uma das principais componentes da oligarquia vigente, que seria composta pelos: Dias, Requião, Lerner, Greca, Richa. As vezes vem um perdido como um Taniguchi, mas tem alguém por trás destas famílias ajudando, com absoluta certeza. Sério, é difícil votar em alguém aqui. Mesmo. Discaradamente, posso dizer que no Paraná, só seria possível alguma melhora se começasse tudo de novo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s