Mas comprar champanhe e deixar guardado pode?

Na imprensa há muita discussão sobre se Dilma está na frente de Serra ou se há empate técnico. Mas há sérias diferenças entre a metodologia do Datafolha e dos demais. Comparando a última Datafolha com a última Vox Populi nota-se que a primeira subestima Dilma, de 13 a 14%, para o gênero feminino, ensino fundamental, renda até 1 s.m. Para homens, ensino médio e superior e renda acima de 5 s.m. as diferenças entre esses dois institutos não passam de 3%. Então há problemas tanto na amostragem (pegar zona rural ou não, p.ex.) como também na forma de perguntar (sigla PT aparecer ao lado do nome Dilma ou não.) É evidente que o fator conhecimento pesa muito este ano. (Mais abaixo uma tabela com as diferenças e semelhanças.)

Se retirarmos o Datafolha do acompanhamento já se elimina a maior parte da descontinuidade, como já foi demonstrado várias vezes em vários blogs. Mas também há diferenças entre os institutos no percentual de brancos/nulos/indecisos (nesta última Ibope foi 19%, na anterior foi 12%, por exemplo.)

Proponho um gráfico diferente agora : olhar para os percentuais de votos válidos no 1% turno, que afinal é o que importa, e somente para Sensus, Vox Populi e Ibope. Como só as últimas pesquisas mostraram candidatos de partidos pequenos o cálculo é ainda apenas considerando Dilma, Serra e Marina, mas isso só altera em 1 ou 2% os resultados (veja-se 49% quando aparecer 50%, e assim por diante.)

Assim podemos ver algumas coisas:

– a candidatura de Marina não está conseguindo deslanchar;

– as linhas de tendência de Serra e Dilma se cruzaram em meados de maio, é um exagero se falar em empate agora. Isso de “empate técnico” é apenas relativo, pois desde então houve duas pesquisas com empate, mas quatro com vantagem para Dilma (excetuando Datafolha, é bom repetir);

– o ritmo de decréscimo de Serra medido em votos válidos é mais intenso do que costumamos ver quando olhamos apenas intenções de voto. Isso ocorre por ele ser menos beneficiado com a redução geral de indecisão.

– se levarmos em conta evolução passada e perspectivas com a campanha, uma eleição em primeiro turno já é o mais provável. 

A avaliação dos próximos momentos de campanha sinalizarão se a inclinação da tendência seguirá mais ou menos a mesma ou se haverá alguma inflexão:

– 41 palanques estaduais competitivos para Dilma x 25 para Serra

– tempo de TV, engajamento de Lula na campanha

– debates, entrevistas, sabatinas

– envolvimento dos partidos de apoio (que deverão resultar em uma câmara 60% pró-Dilma e 25% pró-Serra.)

53 x 38? Possível.

Onde está Wally?

 

5 comentários sobre “Mas comprar champanhe e deixar guardado pode?

  1. Obrigadão, mas não se preocupe. Eu tive problemas da outra vez porque tentava incorporar como é feito na maioria dos lugares, mas fuça aqui e ali vi que no wordpress é só colocar a url que o próprio site “puxa” o video. Pelo visto o wordpress é à prova de dummies…

    Mas não era como vc escreveu acima, foi de outro jeito mais simples (só que não era óbvio no início.) Tentarei numa próxima vez, seu eu tiver dificuldade aviso.

    Você podia tentar colocar o mp3 do Lucino Santana? É bonito o jingle.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s