Goldman cita Serra (diversas vezes) em discurso oficial. Aonde está o MPE?


“Separados no nascimento?”

A candidatura Serra corre risco de ser impugnada se eleita? O processo vai ser aberto, ou vai faltar algum arquivo?

O Governo de SP retirou o discurso do ar, mas pra ajudar os procuradores do MPE coloco aqui a íntegra, que obviamente copiei antes, pois conhecemos todos o modus operandi do tucanato. Momentos em que José Serra (não a Serra) foi citado está em vermelho.

Governador discursa no início das obras do AME e do Centro de Reabilitação de Pariquera-Açu | Notícias | Portal do Governo do Estado de São Paulo

Sáb, 19/06/10 – 16h26
Governador discursa no início das obras do AME e do Centro de Reabilitação de Pariquera-Açu

Governador Alberto Goldman: Para mim é uma alegria muito grande estar com vocês aqui. É uma alegria muito grande poder, depois de alguns anos, vir aqui como governador – eu, que vim aqui durante décadas, não foi só anos, décadas, como deputado estadual, como deputado federal, pedindo voto para deputado estadual e deputado federal – poder vir hoje aqui como governador. E eu quero dizer que tenho consciência de que uma parte desses meus mandatos, uma parte da responsabilidade por eu estar aqui presente hoje, se deve a vocês, que são parte dessa realidade minha. Eu fui, durante um bom tempo, o deputado federal mais votado aqui da região. Isso para mim era de um lado uma honra e um orgulho. De outro lado era uma enorme responsabilidade. Eu procurei cumprir como deputado essa responsabilidade – deputado estadual e deputado federal. Depois, quando eu fui ministro, em (19)92, (19)93, fui ministro dos Transportes, conhecendo o que eu conheci do Vale, conhecendo o que era a (rodovia federal) BR-116 – até porque era o caminho que eu fazia com tanta freqüência – e sabendo quais são as dificuldades da região e a necessidade da duplicação… Eu, que tinha vindo de governos anteriores, onde vi lançamentos de duplicação que não se concretizavam, que nunca saíam do papel, nunca aconteciam… Eu, quando fui em 92 e 93 ministro, eu pensei: isso eu vou ter que fazer, isso eu tenho que realizar, agora está na minha mão, está na minha possibilidade, eu vou fazer. Eu fui ao governo na época. Conseguimos priorizar o financiamento do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), fizemos o financiamento do BID, e começamos a licitação para a duplicação. Fiz, inclusive, as primeiras audiências públicas para iniciar o processo de licitação para a duplicação, que depois foi feita, anos depois acabou se concretizando.

Eu quero dizer a vocês que hoje eu me sinto feliz de um lado, mas não estou tão feliz quando eu vejo a BR do jeito que ela está. Ela já podia estar muito melhor do que está. Quando se faz uma concessão de uma rodovia, e nós fazemos isso em São Paulo, o Governo de São Paulo fez isso em muitas rodovias – vocês vejam a Anhanguera, vejam a Castelo Branco, vejam a Ayrton Senna, vejam a Carvalho Pinto, a Anchieta, vejam a Imigrantes, as estradas que nós concedemos – elas vão sendo melhoradas rapidamente, com uma série de investimentos. Aqui não. Investimento faz quanto, dois anos?

Não identificado: Três anos, vai fazer em fevereiro.

Governador Alberto Goldman: Há três anos, quase há três anos nós temos a concessão dessa estrada e quase nada quase acontece. São viadutos, são passarelas, são duplicações, são vias laterais, são vias marginais – tudo isso está no projeto, tudo isso já devia ter sido feito e não está feito. As concessões que estão sendo feitas, que foram feitas, pelo Governo Federal aqui no Estado de São Paulo, a BR-116 e a BR-381, que liga a Minas Gerais, não foram como deviam ser feitas.

Então eu quero dizer isso a vocês, para deixar claro a satisfação nossa de podermos ter hoje uma estrada duplicada, menos o famoso trecho da Serra, onde ninguém pode entender, não entra na minha cabeça que depois de tantos anos não tenham conseguido resolver o problema. Eu sei que existe um problema de meio-ambiente, um problema que tem que resolver. Mas pode resolver, problema de meio ambiente a gente tem em todos os lugares, em todas as obras que a gente faz, problemas graves de meio ambiente sempre tem, mas todos eles são resolvidos.

Acabamos de fazer o (Trecho Sul do) Rodoanel (Mário Covas). Fizemos o Rodoanel, este Rodoanel Sul, este trecho do Rodoanel agora. Ele passa por cima das represas Guarapiranga e Billings. A Guarapiranga fornece água para toda a Região Metropolitana de São Paulo. Você imagina os problemas de meio ambiente que tinha que se proteger, que você tinha que proteger. E nós fizemos isso, conseguimos, avançamos. Fizemos as obras de compensação ambiental e o Rodoanel está lá, o trecho está lá. E não é possível admitir que até hoje esse trecho da Serra (da BR-116) não tenha sido possível resolver. É possível resolver. O que precisa é trabalhar O que preciso é pegar (ininteligível) coisa nenhuma. O que se pega na briga e aí você consegue fazer, como nós fazemos no Estado de São Paulo.

Estamos lançando e dando início a uma obra que vocês já estão vendo, com contrato assinado. As máquinas estão aí, a ordem de serviço está aí, portanto não há nenhum problema, está tudo andando. Em quantos meses a gente vai ter esta obra, (Luiz Roberto) Barradas (secretário da Saúde do Estado de São Paulo)? Barradas é o grande condutor deste processo. Eu gostaria – infelizmente não vou poder entregar esta obra, eu tenho menos de sete meses de governo, como substituto do (ex-governador José) Serra. Mas eu gostaria de poder fazer isto aqui, espero que qualquer que seja o governo que seja eleito – é claro que eu espero que seja o nosso – quero estar aqui em onze meses para fazer a inauguração.

Este esforço que nós estamos fazendo é um projeto que o Serra fez para todo o Estado de São Paulo, de 40 Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs), 40 para todo o Estado. Ontem eu estive em Atibaia entregando o 29º – o projeto é de 40. Não vão ser todos terminados neste ano. Alguns vão ser terminadas no começo do ano que vem, como este aqui de Pariquera. Nós vamos terminar no começo do ano que vem. Mas até o final do ano já inauguro mais 5, 6 ou 7. , daí vemos o que podemos até o final do ano, E no começo do ano que vem o próximo governador deve inaugurar as restantes.

Fora este Centro de Reabilitação (Lucy Montoro), também projeto do Serra, que pegou este negócio, inventou isto daqui, criando estes centros de reabilitação, e nós já temos 3 na Capital e dois no interior. Portanto, nós já temos 5 destes grandes Centros de Reabilitação, e vamos ter vários deles ainda na Capital e várias regiões do interior.

Então, eu quero dizer a vocês que isto é um grande avanço que nós tivemos aqui na região – e é um grande avanço da Saúde em todo o Estado. Eu só espero que a gente possa, a partir de 1º de janeiro (de 2011) fazer este Ambulatório Médico de Especialidades, que é um projeto do Serra, em todo o Brasil. É esta a expectativa que eu tenho. Que isto possa ser feito em todo o Brasil. É isso o que nós queremos – e sabemos a capacidade que o Serra tem de construir, de fazer, de ter competência, de mostrar as coisas e fazer as coisas irem adiante.

Nós temos feito um trabalho de recuperação, de investimento na área do DER (Departamento Estadual de Estradas de Rodagem) de 5 bilhões (de reais), inclusive nas vicinais. Aqui deve ter várias vicinais. O Samuel (Moreira, deputado estadual eleito pelo Vale do Ribeira) vai, em qualquer momento, anunciar para vocês… Nós estamos agora definindo alguns trechos de vicinais que não estão pavimentadas e vamos pavimentar… Mas ele vai dizer daqui a pouco isto para vocês, ele está acertando isto com o DER, quais são os trechos das vicinais. Não dá para fazer todas as vicinais, eu não tenho condições de botar recursos para fazer todas as vicinais que precisam ser asfaltadas, mas uma parte dá para faze. Nós vamos acertar um conjunto de vicinais para serem asfaltadas.

E com isto também vão melhorar as condições da economia da região. Esta é uma das regiões pobres do Estado, e nós precisamos ter a capacidade econômica de fazer com que esta região passe a ser uma região tão rica quanto todas as regiões do Estado de São Paulo. Por isto que eu quero agradecer a vocês, agradecer o empenho de vocês. Queria agradecer a todos aqueles que participaram e estão participando do processo. Mais uma vez, foi um prazer ter estado com vocês.

Muito obrigado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s