Visualizando o Datafolha de 01/07/2010 – II

Não pretendo fazer mais comentários. Complementando os dados do post anterior sobre o assunto, segue abaixo os gráficos atualizados com os dados do Datafolha de 01/07/2010. Depois que tiver mais tempo comento alguns aspectos em outro post.

E pra finalizar, o “South Effect”:

2 comentários sobre “Visualizando o Datafolha de 01/07/2010 – II

  1. Segustão-queixa: O Código Florestal sofreu uma reforma há alguns dias àtras, e eu não percebi nenhuma preocupação da alta-mídia – e nem de vocês, do Muito Pelo Contrário. Discutiu-se sobre a reserva legal, sobre a Área de Preservação Permanente. A Anistia sucumbiu o que todos esperavam, o Brasil foi-se decadas para trás, como caranguejos.

    O Estadão Publicou: “Calcula-se que 870 mil quilômetros quadrados, extensão equivalente a três vezes e meia o Estado de São Paulo, tenham sido desmatados de forma irregular. Nem tudo terá de ser recuperado, a valerem as novas regras.

    O texto aprovado ontem por 13 votos a 5 e reformado na véspera pelo relator Aldo Rebelo (PCdoB-SP) seguirá para o plenário da Câmara. Não há data para a nova votação, mas ela só deverá acontecer após as eleições, prevê o deputado.

    Com ar cansado, após quase seis horas de discussões, Rebelo evitou fazer um prognóstico sobre o futuro da reforma do Código Florestal. “Carreguei a responsabilidade até aqui, a sensação é de tarefa cumprida”, afirmou. “Se nem todos ficaram satisfeitos, consegui resolver parte importante do problema.”

    Insatisfação. Tanto ruralistas como ambientalistas tentaram emplacar mudanças na comissão especial até a última hora e prometem novas investidas no plenário da Câmara. “Recebi vários apelos”, contou Rebelo, que anunciara na véspera uma nova versão do relatório, um mês depois de o texto original ser lançado, com duras críticas dos ambientalistas.

    ONGs ambientalistas programam para hoje um novo ato nos gramados do Congresso. Ontem, manifestantes do Greenpeace ergueram uma faixa na comissão especial na qual se lia: “Não vote em quem mata as florestas.”

    Segundo avaliação do Ministério do Meio Ambiente, o texto aprovado é melhor que o relatório original, mas ainda apresenta risco de estimular novos desmatamentos. ”

    Tomara que essa máfia da moto-serra se extingue, criminosos, é uma corja de vagabundo capitalista: parabéns por ser um peso morto e inútil para o Brasil Aldo Rebelo. E o mais triste é que ganharam sobrevida com a nova reforma do Código Florestal. Quero ouvir o que vocês têm a dizer.

    Em vez de postarem e repostarem matérias sobre gráficos e tendências de voto, na Eleição de 2010, pelo contrário,critiquem essa marcha fúnebre que carrega o Brasil e o mais novo Código Florestal.

    Muito pelo contrário.

    1. Amany,

      Sinceramente, por falta de tempo não pude acompanhar. Vi noticias esparsas. Mas como na enchente do Rio (critiquei aqui duramente qdo ocorreu em SP) perdi o bonde. Agora não tenho mais tempo pra reler tudo.

      Não tem indicação de uma analise apurada, ou não quer fazer um post sobre isso? Se quiser é só mandar por email.

      Mas não, não existe do blog qualquer tentativa de evitar, ou ocultar tal noticia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s